A Folha de São Paulo publicava, em 4 de dezembro de 2014, a relação de governadores então eleitos e reeleitos com o ranking das doações que receberam das empreiteiras investigadas pela Lava Jato. A reportagem trazia a relação das empreiteiras, capitaneadas pela Odebrecht. Juntas, doaram R$ 38,9 milhões. O governador Rui Costa (PT-BA) liderou imbatível com R$ 9,4 milhões.

O detalhe foi o governador Ricardo Coutinho figurar em 10º nesse prestimoso ranking, com doações oficiais na casa dos R$ 951 mil (Mais em https://goo.gl/gWjSvc). Impressiona porque, apesar da Paraíba representar cerca de 1% do PIB nacional, o candidato ficou em 10º no ranking dos que mais receberam as doações, conforme informações fornecidas pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral).

Ricardo Coutinho já afirmou que as doações de sua campanha foram todas legais, e que teve suas contas aprovadas pela Justiça Eleitoral. O assunto repentinamente voltou ao noticiário político, ante a iminência de divulgação da delação premiada de executivos da Odebrecht que promete convulsionar ainda mais o País.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.