Gol vai substituir 11 aviões Boeing 737 Next Generation por modelos 737 Max nos próximos anos. O problema é que essa aeronave está proibida de voar desde março de 2019, depois de dois acidentes fatais que vitimaram 346 pessoas.

A companhia aérea já tem sete exemplares do modelo, mas eles não estão em operação. A intenção da empresa é que metade de sua frota seja composta por 737 Max até 2025. A Gol acredita que a troca vai aumentar a produtividade em mais de 20% e reduzir o consumo de combustível em15%.

A produção do modelo está suspensa desde o início do ano pela Boeing. A empresa já gastou mais de 18 bilhões de dólares para tentar corrigir os problemas da aeronave.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.