Queda brusca de produção ofensiva e falhas defensivas nas últimas rodadas. Um jogo decisivo pela frente contra o Imperatriz-MA, adversário direto na busca por uma vaga no mata-mata da Série C do Campeonato Brasileiro, e em caso de derrota do Botafogo-PB o resultado será…a manutenção de Evaristo Piza como treinador. Foi o que garantiu o presidente do Belo, Sérgio Meira, após ser questionado sobre uma possível saída de Piza em caso de derrota diante do Imperatriz, na quinta-feira (26). O treinador, porém, precisa enfrentar desafios e reagir, junto com o elenco, nesta reta final.

Leia também: Botafogo-PB e ABC empatam em 1 a 1 no Almeidão

A afirmativa de Sérgio de que o clube vai com Piza “até o fim da Série C” contrasta com as cobranças das arquibancadas, que questionam o trabalho do treinador diante do péssimo momento vivido pelo clube na temporada.

Nos últimos cinco jogos, o Botafogo-PB conquistou apenas três pontos. Foram três empates (Ferroviário, 0x0, e Santa Cruz e ABC-RN, ambos em 1×1), e duas derrotas (Náutico e Sampaio Corrêa, ambas por 2×1).

A última vitória na competição foi diante do Treze, por 4×2, no dia 24 de junho. Quase um mês sem saber o que é vencer, o que é trágico para uma equipe que busca o acesso à Série B. Resultado disso é o pedido de ‘fora Piza’ vindo dos torcedores desde a derrota para o Sampaio.

No sábado (20), durante o jogo contra o ABC-RN, a torcida pegou no pé do treinador no momento em que ele substituiu Marcos Aurélio por Dico. Minutos depois, Piza vibrou efusivamente com o gol do empate. É dessa vibração que o time precisa daqui para frente.

Piza precisa definir os ‘onze’

A cinco rodadas do fim da primeira fase da competição, Piza não tem mais espaço para erros e, mais do que nunca, precisa definir uma equipe titular. Já para quinta, problemas estão amontoados e vão desde suspensões (Fred e Lula) a polêmicas extra-campo que resultaram em Saulo, Rogério e Marcos Vinícius barrados. Ele decidirá se os três retomam vaga de titulares, se irão compor o banco de reservas, ou nem isso, como ocorreu contra o ABC-RN.

No gol, por enquanto, João Guilherme foi bem no sábado (20) e poderá ser mantido no time.

A fragilidade do sistema defensivo botafoguense tem deixado os torcedores irritados. Na zaga, não existem dois titulares absolutos e desde a chegada de Fred, Piza tem revezado a dupla: ora com Fred e Willian Goiano e ora Fred e Lula. Para quinta, por conta das suspensões, a dupla deverá ser Donato e Goiano. Após isso, é urgente a escolha por uma dupla titular.

Na lateral direita, a inconstância de Neílson fez com que ele perdesse o posto de titular para Itaqui. Porém, o recém chegado decepcionou tanto ofensivamente como defensivamente no empate de 1×1 contra o ABC-RN. Quase todas as bolas dominadas por ele em campo ofensivo eram levantadas na área do ABC alguns metros à frente da linha divisória de meio campo. Na defesa, deixou espaço para infiltrações.

Já na lateral esquerda o treinador tem um dilema. Neuton, que quando jogou foi bem, segue fazendo tratamento médico e deve ser desfalque novamente. Fábio Alves, que vai bem defensivamente, mas deixa a desejar no ataque, ainda é dúvida. Piza poderá escalar novamente Enercino, mas precisa pesar na balança a péssima apresentação do meia no sábado, onde não teve noção de marcação e errou muitos passes atuando improvisado na lateral.

Também é no meio campo que o treinador precisa definir o esquema para a reta final da competição. Na partida contra o time de Natal, a equipe titular foi montada com dois volantes de marcação (Serginho e Wellington Cézar), e Juninho atuando como um terceiro volante, mas saindo para o jogo. Não deu certo. Faltou criatividade, transição rápida e velocidade.

As conduções de bola e distribuição de jogo do barrado Marcos Vinícius fizeram falta, o que atrapalhou o rendimento dos meias Clayton e Marcos Aurélio.

Escalar dois volantes de marcação, reforçando a defesa, ou apenas um de marcação dando mais volume de jogo ofensivo com a possível volta de Marcos Vinícius, a manutenção de Juninho ou a entrada, quem sabe, de Erivélton? Aliás, faltam mais oportunidades para ele.

No ataque, Piza deverá contar com Felipe Alves, que vem de tratamento médico e não tem ritmo de jogo. Com isso, ele deve manter Nando, que fez o gol de empate contra o ABC-RN.

Se optar por um time com apenas um volante de marcação, Piza ganha mais uma opção ofensiva para fazer dupla com Nando. Entre as possíveis escolhas estão Kelvin, titular antes do jogo contra o ABC-RN, Dico, que entrou bem no domingo, e Hiago, esquecido pelo treinador nas últimas rodadas.

As definições sobre o time titular começam a ser feitas na tarde desta segunda-feira (22), quando o elenco treina no Centro de Treinamento da Maravilha do Contorno. A viagem do Belo para o Maranhão vai acontecer nesta terça-feira (23). O jogo é decisivo e uma derrota pode significar o fim do sonho do acesso neste ano.

O post Garantido até o fim da Série C, Evaristo Piza precisa reagir apareceu primeiro em Portal Correio.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.