A família da bebê Maria Isabela, que morreu na segunda-feira (23) em um hospital particular em João Pessoa, aguarda o resultado de perícia para definir se vai ou não levar o caso à Justiça. A menina, que estava com sete meses, morreu após quase um mês de internação na unidade. Ela foi levada para o hospital em 24 de junho, após passagem pela UPA de Tibiri, em Santa Rita, na região metropolitana.

Segundo o hospital particular, a bebê teria morrido vítima de complicações de uma pneumonia. Porém, familiares desconfiam de negligência médica, uma vez que há histórico de problemas cardíacos na família. O primeiro velório da criança precisou ser interrompido para que o corpo fosse recolhido para perícia.

“Disseram que estava com pneumonia, mas quando morreu, a médica disse que ela tinha morrido com problema no coração. Como pode? Eu quero que ela responda. Quero saber o porquê da minha filha ter morrido, quero saber a verdadeira causa”, disse a mãe da criança, à TV Correio, dois dias após a morte da menina.

Em nota enviada à imprensa, no entanto, o hospital não menciona o suposto problema cardíaco. “A criança foi encaminhada pela UPA Tibiri com grave quadro de brancopneumonia. Apesar de todos os esforços médicos depreendidos para reverter tais enfermidades, o quadro evoluiu de maneira desfavorável para uma septicemia, culminando com o óbito da criança”, diz o comunicado.

O hospital ainda garante que a menina passou “por intenso tratamento desde o seu primeiro dia de internação, dado o gravíssimo estado de saúde apresentado”.

Justiça

De acordo com o Ruan Carlos, primo da criança, a família está confiante no trabalho da polícia científica. “Vamos conseguir a resposta que precisamos. Se for comprovado que houve erro do hospital, que os culpados paguem por isso. Se o laudo da perícia apontar causa de morte diferente da que apareceu na declaração de óbito, iremos sem dúvida até a última instância judicial para que se faça justiça”, disse, à TV Correio.

O laudo da perícia deve ser divulgado em até 30 dias.

Despedida

O corpo da bebê foi velado e enterrado na manhã dessa quinta-feira (27). O velório foi rápido, devido à quantidade de dias que se passaram desde a morte da menina. O enterro aconteceu no cemitério de Santa Rita. Veja na reportagem abaixo:

[youtube https://www.youtube.com/watch?v=ib8rfCeaaqs?feature=oembed&w=696&h=392]

O post Família considera processo contra hospital por morte de bebê apareceu primeiro em Portal Correio.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.