Aposentados e pensionistas que são geridos pela Paraíba Previdência (PBPrev) terão que comprovar que estão vivos, a partir de janeiro de 2019. A medida tem como objetivo manter o controle do pagamento dos benefícios no estado e está detalhada no Decreto 38.877, a partir da página 1 do Diário Oficial deste sábado (8). Veja aqui.

A determinação prevê que os beneficiários deverão realizar anualmente, a partir de janeiro do ano que vem, preferencialmente entre os dias 11 a 25 do mês de aniversário, a comprovação anual de vida. Caso recebam mais de um benefício pela PBPrev, os aposentados e pensionistas deverão fazer apenas um procedimento.

A comprovação anual de vida deverá ser feita pessoalmente, exceto em casos de doença grave que impossibilite locomoção, incapacidade por causa de decisão judicial ou residência no exterior. Para essas situações, a comprovação de vida ficará a cargo de um procurador ou curador, tutor ou guardião, na condição de representante legal.

Segundo consta no decreto, quem não fizer a comprovação anual de vida, poderá ter o benefício bloqueado até que a situação seja regularizada.

“O bloqueio do benefício por três meses consecutivos, ensejará o cancelamento do benefício previdenciário, que só será reativado mediante comprovação anual de vida feita diretamente na instituição financeira”, diz o decreto assinado pelo governador da Paraíba, Ricardo Coutinho (PSB).

O post Estado exige ‘prova de vida’ para beneficiários da PBPrev apareceu primeiro em Portal Correio.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.