Após denúncias feitas por mães dos alunos sobre as condições da escola municipal Nossa Senhora da Luz, localizada em Araruna, Agreste do estado, o Ministério Público da Paraíba (MPPB) e o Corpo de Bombeiros interditaram a unidade escolar nessa quarta-feira (17). O motivo é a gravidade das condições estruturais e ao risco que a unidade de ensino representa para os estudantes.

A Promotoria de Justiça de Araruna determinou à Secretaria Municipal de Educação a realocação dos alunos, que têm entre 4 e 11 anos de idade, para outra escola próxima de suas residências, garantindo o devido transporte escolar.

Segundo as reclamações, as crianças estudavam em uma escola localizada no assentamento em que vivem, mas por decisão da secretaria, tiveram que ser transferidas desde o início do ano para a escola Senhora da Luz, que fica a 3 quilômetros do local e que, apesar de estar localizada em área perigosa, não possui vigia.

Os pais dos alunos também denunciaram a falta de transporte escolar e a existência no terreno da escola de cisternas com tampas abertas, o que representa risco de acidentes.

A promotoria encaminhou ofício à secretaria municipal de Educação, requisitando informações sobre as providências adotadas para a solução dos problemas apontados pelos pais.

Secretaria de Educação

O secretário Francisco Santos explicou que a transferência dos alunos foi decidida junto com os pais no início do ano, além de informar que o transporte escolar é ofertado e que já estavam sendo adotadas providências em relação à cisterna aberta, mas não estabeleceu prazo.

O post Escola é interditada por oferecer riscos de segurança aos alunos apareceu primeiro em Portal Correio.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.