A Justiça Eleitoral, juntamente com as polícias que atuam nas eleições, reforçou a segurança nos prédios onde há urnas para a votação em Campina Grande. O motivo para esse reforço foi a tentativa de violação de urnas no Colégio das Damas, nesse sábado (27), por um eleitor, que foi flagrado e levado para a Polícia Federal.

O juiz eleitoral da cidade, Horácio Ferreira, conversou com o repórter Hiran Barbosa, da 98 FM, e disse que a tentativa não interferiu nas eleições no local, já que as urnas foram substituídas. Três urnas foram violadas e substiutídas.

“Reforçamos todos os prédios e hoje (domingo) pela manhã estava tudo sobre controle. Foi um episódio atípico. Um elemento tentou violar três urnas, entretanto, a polícia agiu de imediato, deteve este elemento e encaminhou para a Polícia Federal, que está apurando os fatos. O juiz responsável pelo colégio, de forma prudente e eficaz, substituiu todas as três urnas e colocou novas urnas e tudo voltou à normalidade”, relatou.

 

Eleitor com problemas psiquiátricos

A suspeita é que o eleitor tenha problemas psicológicos. “Até agora a polícia está apurando, não temos informação detalhadas de qual razão ocorreu isso, mas não causou transtorno algum e nem problema com eleição. A informes neste aspecto que tem problemas psiquiátricos, mas não tem confirmação o importante e que foi um fato isolado sem nenhum problema para as eleições”, argumentou.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.