Um dos projetos da SpaceX que está em andamento é a Starship, nave que deve levar tripulações à Lua e até para Marte. Em entrevista à Time Magazine, o CEO da empresa, Elon Musk, disse que o pouso no satélite terrestre pode acontecer já no começo de 2021, com um grupo tripulado chegando lá dois anos depois. Entretanto, isso em um cenário muito otimista.

No começo de julho, Musk já tinha dado indícios de que o primeiro lançamento da Starship poderia acontecer já em dois anos. Contudo, isso não significaria exatamente já levar um grupo para a Lua.

À revista, ele mostrou otimismo em seu cronograma:


Feedly: assine nosso feed RSS e não perca nenhum conteúdo do Canaltech em seu agregador de notícias favorito.

“Isso vai parecer um pouco doido, mas eu acho que nós podemos pousar na Lua em menos de dois anos. Certamente, com um veículo não-tripulado eu acho que podemos pousar na Lua em dois anos. Então, após um ano ou dois, nós podemos mandar uma tripulação. Eu diria, então, em um total de quatro anos”.

Outra questionamento foi em relação ao termo “nós” utilizado por Musk em sua resposta. No começo de julho, ele havia informado que empresa já estava em conversas com três clientes diferentes do setor de telecomunicações para fazer o lançamento da Starship. Ele mais uma vez disse que ainda não tem essa resposta.

“Se demorar muito para convencer a NASA e as autoridades de que nós podemos fazer isso em comparação a simplesmente fazê-lo, então devemos simplesmente executar. É literalmente mais fácil pousar a Starship na Lua que convencer a NASA de que conseguimos”, brincou.

A SpaceX deve levar a Starship com o Super Heavy, assim chamado o estágio superior da nave. O foguete é capaz de levar até 20 toneladas para a órbita geoestacionária. Se considerar a órbita baixa da Terra, este número sobe para 100 toneladas.

O conjunto chamando de Starship-Super Heavy ainda está em testes, sendo que em junho deste ano aconteceu o primeiro voo da nave, apenas alguns metros acima do solo. No último dia 16 de julho, outro teste da Spaceship falhou, envolvendo o protótipo em uma grande bola de fogo.

Vale lembrar que a NASA também tem um projeto para levar novamente o Homem à Lua, com estimativa de 2024. Por esse motivo, Musk acredita que a NASA possa não ter interesse em participar dessa primeira empreitada com a SpaceX.

Leia a matéria no Canaltech.

Trending no Canaltech:

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here