Eliminado ainda na primeira fase da Copa do Nordeste nas últimas quatro edições do torneio, o Botafogo pode enfim acabar com o incômodo jejum nesta quinta-feira (29). Para isso, basta um empate contra o Bahia, às 21h45, no estádio Almeidão, pela 6ª rodada da competição regional.

Líder do Grupo C, com dez pontos, o Belo pode se classificar até mesmo com uma derrota. No entanto, se perder, vai terá que torcer para o Náutico-PE não vencer o Altos, no Piauí. O Bahia, por sua vez, se avança de forma direta em caso de triunfo. Se perder empatar, Tricolor terá que secar a equipe pernambucana.

Além da chance de por fim ao tabu, uma classificação também será importante para o Belo no aspecto financeiro. Se pelo menos empatar com o Bahia, o time paraibano garante um acréscimo de R$ 450 mil no seu orçamento referente às cotas do Nordestão.

“Acho que pior até que não passar, o clube sempre foi o lanterna do grupo, com campanhas muitos ruins. Um dos objetivos traçados com a diretoria quando vir pra cá era fazer com que o Botafogo fizesse uma competição diferente a dos anos anteriores. A gente vem conseguindo até aqui, mas ainda não é aquilo que nós almejamos. Além disso, esse aporte financeiro é muito importante para o clube, já que a Série C, que é a próxima competição que vamos disputar, não tem cotas para os clubes. Querendo ou não, é um aporte muito bom”, comentou o técnico Leston Júnior.

Na tarde dessa quarta-feira (28), o Botafogo encerrou a preparação no palco da partida. O que chamou atenção foi a ausência do centroavante Nando, artilheiro do Belo na temporada, com nove gols. Com dores musculares, o atleta ficou no CT fazendo fortalecimento e não participou do treinamento fechado comandado por Leston Júnior.

Ainda em processo de recuperação de uma lesão no joelho, o lateral-esquerdo Fábio Alves segue fora do time para o confronto decisivo. Além dele, o zagueiro Dedé e o atacante Mário Sérgio, que pertencem ao Bahia, estão fora do jogo por um impedimento contratual.

O Belo deve entrar em campo com: Saulo, Felipe Cordeiro, Gladstone, Lula e Daniel (Mazinho); Rafael Jataí, Allan Dias (Djavan), Hiroshi e Marcos Aurélio; Dico e Nando.

*Texto de Allan Hebert, do Jornal Correio da Paraíba.

O post Diante do Bahia, Belo tenta acabar com incômodo tabu no Nordestão apareceu primeiro em Portal Correio.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.