Desempregados podem solicitar o auxílio até dia 3.
O auxílio emergencial será até o dia 3 de julho, de acordo com Guimarães.

Os desempregados terão direito de receber o auxílio emergencial até dia 3 de julho, de acordo com Pedro Guimarães, presidente da Caixa. 

O pedido do auxílio poderá ser feito pelo aplicativo ou pelo site

Como resultado, pedidos após o dia 3 serão automaticamente negados. 

Em seguida, veja o pronunciamento de Guimarães nesta terça feira (02/06): 

“Lembrando que, até o dia 3 de julho, a população pode realizar o cadastramento. Algumas pessoas estavam empregadas e não teriam o direito e podem, ao longo do tempo, passar a ter o direito” 

Além disso, é necessário cumprir todas regras do programa do auxílio, como ser maior de idade, ter renda familiar de até três salários mínimos ou meio salário mínimo por pessoa, e não ter recebido mais de R$ 28.559,70 em 2018. 

Os desempregados que querem concorrer ao auxílio não devem estar recebendo seguro-desemprego. 

O auxílio emergencial foi criado para ajudar desempregados e informais, além de famílias de baixa renda. 

Ele foi criado pelo Congresso: serão pagas três parcelas de R$600,00, embora chefes de família recebem cota dupla, isto é, R$1.200,00. 

Atualmente há cerca de 11 milhões de pessoas com o cadastro do auxílio em análise.

“Nós temos ao redor de 11 milhões de contas que estão em análise. Ao redor de 5,7 milhões em primeira análise e ao redor de 5,3 milhões em segunda, ou seja, 5,7 milhões pediram pela primeira vez e ainda não tiveram uma resposta” 

O valor é liberado após a pessoa ter seus dados analisados, e o pagamento feito após a Caixa receber aval da Dataprev e do Ministério da Cidadania.

Atualmente o auxílio é pago conforme o calendário, não sendo possível sacar o dinheiro antes. 

Caso a resposta em análise seja negativa, os desempregados podem fazer uma nova solicitação ou contestar a justificativa que o governo deu.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.