Deputada Edna Henrique quer ampliar auxilio emergencial usando valores milionários de empresas com dívidas tributárias

Para dar suporte às famílias de baixa renda, após o fim das parcelas do Auxílio Emergencial, a deputada federal Edna Henrique (PSDB-PB), apresentou um Projeto de Lei que permite doações...


Para dar suporte às famílias de baixa renda, após o fim das parcelas do Auxílio Emergencial, a deputada federal Edna Henrique (PSDB-PB), apresentou um Projeto de Lei que permite doações por empresas a esses pais, mães e trabalhadores, através de créditos que serão descontados dos tributos federais vencidos ou deduzidos do imposto de renda devido.

O objetivo da proposta é que as empresas, especialmente as que estão em dívida com a União, colaborem para a manutenção do auxílio emergencial, até o fim do período de calamidade pública decorrente da COVID-19.

As empresas que aceitarem participar, dentro dos limites estabelecidos, poderão fazer doações aos beneficiários do auxílio emergencial, e esses repasses serão utilizados como créditos para liquidação de tributos federais vencidos ou deduzidos do imposto de renda devido pelas empresas.

“Foi uma forma que encontramos para que o povo brasileiro continue recebendo essa ajuda necessária para sobrevivência nesse período de pandemia. O projeto está em tramitação na Câmara Federal e espero que seja aprovado”, disse Edna Henrique.

Dívida de mil empresas com a União pagaria o auxílio emergencial por 14 meses

Somadas, as mil empresas que possuem as maiores dívidas ativas com a União sonegaram R$ 754,7 bilhões aos cofres públicos. Se esse valor fosse quitado pelos empresários, o Brasil poderia pagar 14 meses de auxílio emergencial aos trabalhadores informais, autônomos e desempregados. De acordo com o Ministério da Economia, cada mês do benefício custa R$ 51 bilhões. 

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Escreva seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Adicine um comentário

Escreva seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Maior Rede de comunicação do Cariri Paraibano, Envie sua sugestão para nosso WhatsApp (83) 9.9855-1048 / portaltvcariri@gmail.com

MAIS DO

Continue lendo Compartilhar no Whatsapp