O Portal TV Cariri recebeu uma denuncia vinda da cidade de Sumé que funcionários efetivos da prefeitura não estariam recebendo os vencimentos completos.

Demonstrativo de pagamento emitido pelo site da prefeitura de Sumé.
Demonstrativo de pagamento emitido pelo site da prefeitura de Sumé.

Na denúncia a funcionaria Adriana Vilar de Souza que é efetiva no cargo de telefonista na secretária de educação do município afirmou através de provas que o vencimento pago pela prefeitura é de R$: 880,00 reais o que vai de encontro com a Lei sancionada pelo presidente Michel Temer e publicada no Diário Oficial da União fazendo valer o novo salário mínimo a partir de 01 de Janeiro de 2017 no valor de R$: 937,00.

A servidora recebeu em seu contracheque referente a Junho de 2017 o valor de R$: 880;00 sendo o salário e mais uma gratificação de R$: 154,79 totalizando R$: 1.034,79.

Outro ponto curioso que chama atenção, em uma busca rápida no sagres e que a prefeitura de Sumé informou ao tribunal de contas do estado que realizou o pagamento da servidora no valor total de R$: 1.552,19 referentes ao mês de junho de 2017 o que já esta incluso a primeira parcela do décimo terceiro salário, e sobre o montante que resta dos retroativos dos vencimentos dos meses anteriores? bem é isso que todos querem saber!

Demonstrativo de pagamento disponibilizado pelo TCE-PB

 

Faz 26 anos que Adriana e funcionaria pública da prefeitura de Sumé, o problema com a falta de pagamento do valor completo se espalha para os demais servidores que são efetivos.

A redação do Portal TV Cariri tentou contato com o prefeito e não fomos atendidos, também tentamos contato com a prefeitura de Sumé e não obtivemos êxito.

Diante dos fatos cabe a prefeitura municipal de Sumé se pronunciar diante das informações relatadas. contato@portaltvcariri.com.br ou redação@portaltvcariri.com.br ou WhatsApp (83) 9.8101-0083.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.