Internação hospitalar
Paraíba tem média diária de 45 internações por Covid-19 em junho.

A Secretaria de Estado da Saúde fez um balanço dos 100 dias de atuação da Central Estadual de Regulação Hospitalar (CERH) Covid-19. Com pouco mais de 3 meses de funcionamento, a Central já realizou mais de 2.600 regulações hospitalares para o tratamento de pacientes com o novo coronavírus. Nesta segunda-feira (29), após já ter registado a menor taxa de ocupação de leitos de UTI do Nordeste, a central registra um crescimento no número de internações, em comparação o mês de maio. A média é de 45 novas internações por dia neste mês de junho, sendo a maior parte das solicitações concentradas no município de João Pessoa.

A CERH atua na regulação de leitos de enfermaria e UTI exclusivos para a Covid-19, em hospitais referência no tratamento da doença. De acordo com o secretário de Saúde do Estado, Geraldo Medeiros, houve uma diminuição no percentual geral de internações, em virtude da ampliação de leitos na Paraíba. “Apesar do período de isolamento rígido, ainda tivemos o crescimento de 11% no número de regulações, um número relativamente baixo, se comparado aos meses anteriores, onde tivemos um aumento médio de 400%”, explica o secretário.

Dos 83 municípios que já tiveram as regulações viabilizadas, durante o período de funcionamento da Central, o que concentra a maior quantidade de solicitações é o de João Pessoa, com 1292 processos realizados, o equivalente a 49,7% das atividades da Central de Regulação para Covid-19. O segundo município com maior concentração é o de Campina Grande, seguido de Santa Rita, Guarabira e Bayeux, entre os cinco maiores solicitantes de internação hospitalar.

Ainda de acordo com o Secretário de Saúde do Estado, apesar de não haver um colapso da saúde na Paraíba, não é possível descuidar das medidas preventivas. “Nós já figuramos entre um dos estados do Nordeste com menor índice de internações em UTIs, porém, embora discretamente, os nossos números voltaram a crescer retratando que o isolamento social ainda está abaixo do esperado o que, consequentemente, aumenta a ocupação nos leitos de hospitais referenciados para a Covid-19”, reforça o secretário.

No mês de junho, os municípios com maior número de internações por Covid-19 na Paraíba foram João Pessoa (553), Campina Grande (158), Guarabira (67), Mamanguape (43), Cajazeiras (43), Santa Rita (42), Sapé (31), Sousa (29), Bayeux (28) e Itabaiana (28). A Central Estadual de Regulação Hospitalar para o Covid-19 funciona em contato direto com os municípios, para habilitar a internação de pacientes com síndrome gripal, com necessidade de tratamento em rede especializada.

De acordo com o mais recente boletim epidemiológico, divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde nesta segunda-feira (29), a Paraíba tem mais de 45 mil casos de contaminação pelo novo coronavírus. 931 paraibanos já perderam a vida em decorrência da Covid-19.

 

Confira aqui os dados mais recentes da Covid-19 na Paraíba

 

Redação com Assessoria

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.