Em dias de pandemia que tem provocado isolamento social, uma das atividades afetadas foi a prática de exercícios físicos em academias, que estão fechadas desde março em decorrência do avanço da Covid-19, que, segundo o último boletim epidemiológico da Secretaria de Estado da Saúde da Paraíba, já atinge mais de 22 mil pessoas em 206 das 223 cidades do Estado.

Como forma de amenizar os impactos gerados na renda e também buscando manter os alunos, muitos treinadores têm recorrido às redes sociais para auxiliar em exercícios individuais, mas nem tudo o que é ensinado é aconselhado pelo Conselho Regional de Educação Física. Além disso, muitos desses treinadores sequer possuem registro junto à instituição, gerando um risco à saúde.

O Conselho Regional de Educação Física da 10ª Região – Paraíba (CREF10/PB) notificou 23 pessoas que estariam utilizando as redes sociais para prescrever treinos durante o isolamento social, mesmo sem comprovação de possuir registro profissional. O caso mais recente ocorreu nesta quarta-feira (10), em João Pessoa, e envolve um estudante que usava o Instagram para praticar a atividade ilegal. No período de quarentena, esse tipo de denúncia aumentou, aproximadamente, 80%.

A maioria dos notificados são de João Pessoa, mas há casos também no interior, a exemplo de cidades como Campina Grande, Conceição, Catolé do Rocha, Pombal, Araruna, Cajazeiras entre outras.

A empresa ou pessoa física que realiza prescrição ou orientação de exercícios físicos, sem integrar o Sistema CONFEF/CREFs, está infringindo o Art. 47 do Decreto Lei 3688/41, exercendo ilegalmente a profissão de Educação Física.

“Reforçamos o trabalho de fiscalização em virtude do aumento de denúncias”, revelou o presidente do CREF10, Francisco Martins da Silva. “Ressaltamos que os supostos infratores estão sendo contatados para realizarem a devida contestação no prazo máximo de 15 dias e, caso seja comprovado o descumprimento da Lei, são tomadas as medidas cabíveis perante a Justiça”, complementou.

 

Canais de denúncias para exercícios físicos irregulares durante a pandemia:

Para denúncias, o CREF10 atende, nesse período de quarentena, por meio dos seguintes contatos: (83) 98832-0237, e-mails dof@cref10.org.br ou fiscalizapb@cref10.org.br.

 

Redação com Assessoria CREF-PB

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.