O governador da Paraíba João Azevêdo, não tomou conhecimento da decisão da reunião do PSB em Brasília, onde uma suposta eleição teria criado uma Comissão Provisória do partido na Paraíba, para substituir  Edvaldo Rosas.

Na carta, João deixa claro que não aceita e nem acata qualquer mudança nos rumos do PSB da Paraíba e argumenta  todos os motivos banais que levaram a direção do PSB em optar pela intervenção no partido e destituição de Edvaldo Rosas da presidência.

Veja na íntegra.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here