Comerciantes e donos de estabelecimentos comerciais que descumprirem as determinações de suspensão e restrição de atividades econômicas poderão ser multados em até R$ 20 mil, em Campina Grande. A medida foi anunciada nesta terça-feira (7) pelo coordenador do Procon Municipal, Rivaldo Rodrigues.

Conforme Rivaldo, a ação é necessária porque muitos comerciantes não aceitaram e estão descumprindo as medidas de prevenção à Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus, que foram determinadas em decretos municipais.

Em três semanas de fiscalização, o órgão notificou e orientou cerca de 360 estabelecimentos e profissionais que atuam em atividades comerciais.

“Temos observado que infelizmente a maioria não está levando a sério o isolamento social. E no último final de semana vimos muitas pessoas nas ruas da cidade e recebemos denúncias de estabelecimentos funcionando. Totalmente alheios ao momento de estema gravidade em que nos encontramos”, destacou o coordenador.

Os decretos da Prefeitura de Campina Grande permitem que apenas serviços considerados essenciais possam funcionar. São eles supermercados, farmácias, postos de combustíveis, lotéricas. Já as lojas de material de construção e as oficinas mecânicas devem funcionar com horário especial das 8h às 14h.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.