Facebook

MAIS VISTAS

Patos

Com gol no fim, Nacional vence o Auto Esporte e ocupa a segunda colocação no quadrangular do rebaixamento

news_12

Em uma tarde pouco inspirada de Manu, Naça perde muitos gols mas consegue superar o Auto Esporte, encostar no Atlético de Cajazeiras e respirar aliviado após a primeira vitória no quadrangular da morte.

A pressão pela primeira vitória fez com que o primeiro tempo da partida fosse muito intenso e disputado. Se o Nacional partia para cima e pressionava o adversário, contando com o apoio de sua torcida, o Auto Esporte não se acovardou e também ameaçou o Naça. Tanto que o primeiro lance de perigo da partida saiu dos pés de Biro Biro, que ficou cara a cara com Pantera mas desperdiçou a chance de abrir o placar. Depois, o Alvirrubro ainda pediu pênalti sobre Jandyr Balotelli. Já o Nacional, com Manu no comando de ataque, criou muitas chances, mas desperdiçou todas elas. A mais clara, após uma boa jogada de Marllon, que deixou Manu na cara do gol e o atacante mandou para fora.

Segundo Tempo

O Nacional voltou do intervalo já com duas mudanças. Saíram Júnior Lira e Eduardo Sousa, para a entrada de Bruno Paraíba e Leandro Marlon. O técnico Marcos Nascimento abdicou de um volante e mandou Bruno Paraíba para formar um trio de ataque juntamente com Manu e Ruan. O Naça voltou mais pilhado do que no início da partida e se deparou com um Auto Esporte mais recuado na defesa, mas ainda assim, o time da casa pecava no momento da finalização. O gol da vitória, contudo, saiu dos pés do atacante Cezinha, que vivia jejum interminável de gols e saiu do banco para garantir a vitória do Nacional.

PRÓXIMO COMPROMISSO

Na próxima quarta-feira o Nacional vai até Cajazeiras para enfrentar o Atlético, no Estádio Perpetão, a partir das 20:30h. O Auto, por sua vez, vai até Guarabira para encarar a Desportiva, no Estádio Silvio Porto, no mesmo horário.

Deixe uma resposta