Chás proibidos na gravidez; veja lista

A LISTA DE CHÁS QUE TODA GRÁVIDA DEVE CONHECER E EVITAR

Existe uma série de chás que são muito comuns na rotina de todos os brasileiros,
outros são até indicados para auxiliar em problemas de saúde, mas você sabia que
muitos deles são considerados abortivos? Confira.

chás que podem causar aborto
Chás proibidos na gravidez; veja lista
O chá nada mais é do que fruto de um processo de infusão. A alta temperatura da água, em contato com as ervas, extrai o sabor e algumas propriedades das plantas. Por exemplo, o famoso chá de camomila é muito indicado para pessoas que estão nervosas ou bravas, justamente porque a planta possui glicenia uma substância que dispõe de um segmento calmante que age pontualmente na parte neural da pessoa e assim acaba ajudando-a a dormir. Resumindo, algumas plantas, que são rotineiramente utilizadas para fazer chá, possuem elementos tóxicos para um processo de gravidez, e uma vez ingeridas podem contribuir para a má formação do feto ou até mesmo levar a um aborto.

OS CHÁS PROIBIDOS PARA AS GRAVIDAS

De uma forma geral, os seguintes chás podem prejudicar a gravidez e o feto se
forem consumidos em excesso, porém, cada gravidez se desenvolve de um jeito,
algumas mais tranquilas e outras mais problemáticas. No primeiro trimestre de
gravidez o cuidado deve ser mais intenso, pois naturalmente é um período inicial e
muito sensível.

De qualquer forma é recomendável evitar o consumo de qualquer
jeito para não se arriscar a toa. Veja a lista :

Chá de Boldo – O boldo possuí uma série de pontos positivos e é constantemente
indicado para agir em diversos problemas estomacais e intestinais, possuí também
ação calmante e anti-inflamatória. No entanto, o boldo possuí também um elemento chamado Ascaridol que pode comprometer o feto e levar a um aborto espontâneo.

Chá de Hortelã – O chá de hortelã é uma delícia, não é mesmo? Concordo ! Tem um sabor muito bom, e além disso também contém efeitos calmantes. Ele não é tão danoso para a gravidez, não irá gerar problemas no bebê ou causar uma situação de aborto, porém alguns médicos apontam que esse chá pode levar a complicações no leite materno.

Chá de Canela – O chá de canela pode ser perigoso pois alguns tipos de canela
possuem Cumarina, quando ela é ingerida em excesso pode-se levar a um quadro de inflamação hepática, e com essa complicação, consequentemente, o feto será afetado. Existem controvérsias entre os médicos a respeito desse chá, mas diante desse impasse, e levando em conta que o momento de gravidez é sensível, vamos evitar!

Chá de Arruda – Dizem que a folha de Arruda é boa para espantar inveja, e o seu
chá é largamente consumido por algumas mulheres pois ele auxilia o ciclo da
menstruação, fazendo o útero contrair. Justamente por esse motivo deve-se evitar o consumo dessa planta, o útero contraindo durante o processo de gravidez, ainda mais no primeiro trimestre, pode levar a sangramentos e ao aborto espontâneo. Fique longe desse chá!

Chá de Sene – Esse chá normalmente é recomendado para pessoas que estejam com o intestino preso, tem um efeito laxante muito acentuado devido aos senósidos A e B. Para grávidas, não é o bom o consumo pois ele pode intensificar as cólicas e causar diarreias.

Chá de Camomila – Lembra que falamos dele ainda? Um chá bem conhecido pelas
suas “good vibes”, costuma acalmar muita gente e é super famoso. Pode ser
consumido com responsabilidade e moderação, no máximo 2 xícaras ao dia. Caso
contrário, se consumi-lo em excesso, a grávida ficará sujeita a um relaxamento do
útero e talvez acabar causando um aborto.

Chá de Arnica – A Arnica brasileira é muito utilizada não só como chá, mas pode ser encontrada até em pomadas pois possui efeito cicatrizante e analgésico. O consumo do seu chá deve ser evitado não só durante a gravidez, mas também durante a amamentação.

Chá de Cravo da Índia – O Cravo da Índia é semelhante ao chá de canela, ele
possuí um efeito de relaxamento, que teoricamente pode ser bom para a gestante, mas em contra partida pode gerar alguns problemas mais graves na gestação como uma contração dos vasos sanguíneos (diminuindo o fluxo necessário de sangue para o feto) como também pode levar a um quadro de contração do útero.

Chá de Calêndula – Largamente utilizada em pomadas anti-acne, essa planta possui grandes elementos anti-inflamatórios e ajudam a combater uma série de problemas na derme. O seu chá é indicado para melhorar as condições da pele. A calêndula em forma de pomada pode ser utilizada por gestantes na forma de pomada, mas não pode ser consumida oralmente, em forma de chá por exemplo, pois pode causar transtornos
uterotônicos.

Chá de Buchinha do Norte – Quem sofre de sinusite ou rinite deve conhecer esse
chá. Ele costuma aliviar as dores de quem sofre desses males, pois suas propriedades auxiliam a desobstruir as vias aéreas, e dessa forma, aliviando os sintomas. Essa planta possui também alguns elementos abortivos na sua composição, logo as grávidas que sofrem de sinusite e rinite devem procurar, com seu médico, um outro remédio para tratar.

Chá Preto – O chá preto, mais conhecido como “primo distante” do café, é muito
consumido porque, assim como o café, ele é muito bom para se mandar desperto. O chá preto possuí grandes concentrações de cafeína, e o consumo da mesma deve ser eliminado na gravidez

Os chás listados acima são os mais conhecidos e largamente consumidos pela
população brasileira. Eles podem fazer muito bem para as pessoas, mas assim como os remédios, existem indicações e contra-indicações. As grávidas, em especial, devem redobrar os cuidados quando o assunto á auto medicação, sempre conversar com um médico a respeito do que é seguro fazer.

Existem muitos outros chás que não são recomendados para serem consumidos
durante a gestação, dentro desse artigo colocamos apenas os mais conhecidos. Nem todos são abortivos, ou causam sangramentos, mas podem levar a outras
complicações como diarreias, mal estar e febre, e dentro de um contexto de gestação, não é nada confortável ficar exposta a esses sintomas, os quais podem abaixar a imunidade, fragilizar o corpo e com isso ter uma complicação desnecessária para o feto em formação.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.