Caminhoneiros não aceitam acordo e greve continua
Cidades

Caminhoneiros não aceitam acordo e greve continua

A proposta de acordo anunciada, nesse domingo (27), pelo presidente Michel Temer parece não ter agradado muito aos caminhoneiros que estão mobilizados no estado. Pelo menos foi o que disse o presidente do Sindicato dos Condutores e Empregados em Empresas de Transporte de Combustíveis Produtos Perigosos e Derivados de Petróleo no Estado da Paraíba (Sindconpetro-PB), Hermerson Galdino, em contato com o Portal Correio, nesta segunda-feira (28).

O presidente do Sindconpetro-PB disse que a redução proposta pelo governo federal de baixar o preço do diesel por apenas 60 dias não resolve a situação. Segundo ele, isso pode ser uma forma de desmobilizar o movimento para depois reajustar novamente o preço do produto. “Vamos ficar mobilizados o tempo que for necessário para garantir que o governo resolva essa situação. Enquanto não surgir uma proposta que atenda nossa categoria a greve não irá acabar”, disse.

Hermeson também reiterou que o protesto dos caminhoneiros está sendo feito de forma pacífica e ordeira e não aceita vandalismos. Ele também agradeceu o apoio da população, que tem ajudado com a doação de mantimentos para os manfiestantes. “Precisamos do apoio do povo para que se incorpore ao movimento, pois o preço da gasolina também tem que baixar”, arrematou.

Nesta segunda-feira (28), os caminhoneiros irão realizar um protesto às 16h nas proximidades do Porto de Cabedelo, na Região Metropolitana de João Pessoa.

Redação TV CARIRI

Maior Rede de comunicação do Cariri Paraibano, Envie sua sugestão para nosso WhatsApp (83) 9.8101-0083 / contato@portaltvcariri.com.br

Artigos relacionados

Deixe seu comentário

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios