Anápolis (GO) – O Brasil estreou com o pé direito na preparação para a Copa do Mundo de basquete, na China. Jogando no Ginásio Newton de Farias, em Anápolis (GO), os comandados de Aleksandar Petrovic bateram o Uruguai por 105 x 53, na primeira partida amistosa entre as seleções. Neste sábado (10/08/2019), as equipes voltam a se enfrentar, desta vez na Arena Guilherme Paraense, em Belém (PA).

A Seleção Brasileira não deu chances para o Uruguai desde o começo do jogo. Com um time titular leve (Rafa Luz, Alex, Didi, Bruno Caboclo e Cristiano Felício), os donos da casa não tomaram conhecimento dos rivais. Precisos nos arremessos, incluindo uma ponte aérea finalizada por Alex, o Brasil chegou a abrir incontestáveis 18 x 2 já no primeiro quarto. Depois de se acertar, e cometer menos erros, o Uruguai chegou a ensaiar uma reação, mas a Seleção Brasileira voltou a dominar as ações e fechou o primeiro quarto vencendo por confortáveis 25 x 14.

O segundo quarto teve enredo semelhante. Mesmo com as trocas promovidas pelo técnico Aleksandar Petrovic, que usou todos os jogadores disponíveis (o armador Marcelinho Huertas e o pivô Anderson Varejão foram poupados), o Brasil amassou o Uruguai. Alheio aos erros cometidos pelos visitantes, e com um ritmo defensivo alucinante, os donos da casa chegaram a abrir 30 pontos de vantagem, mas terminou o primeiro tempo vencendo por “apenas” 53 x 25.

Na volta do intervalo, a Seleção Brasileira não tirou o pé do acelerador. Com Petrovic mandando à quadra novamente o time que iniciara a partida, os brasileiros mantiveram a mira calibrada, especialmente nos arremessos de três pontos. Jogadores que vieram do banco também se destacaram, caso dos pivôs Rafael Hettsheimeir e Augusto Lima. Os dois ajudaram o Brasil a terminar o terceiro quarto com vitória parcial por acachapantes 71 x 40, encaminhando a vitória no amistoso diante do Uruguai.


Com o triunfo praticamente assegurado, coube à Seleção Brasileira apenas administrar a vantagem conquistada no decorrer do duelo. O time, porém, não diminuiu a pegada ofensiva e chegou ao centésimo ponto graças à cesta de três de Rafael Hettsheimeir. O período, entretanto, ficou marcado pelos insistentes pedidos da torcida por Anderson Varejão. O astro, poupado por decisão da comissão técnica, assim como o armador Marcelinho Huertas, chegou a se levantar e agradecer o carinho. O camisa 17, aliás, chegou a fazer piada da situação, ao fingir se preparar para entrar em quadra. O público foi ao delírio, mas os aplausos rapidamente viraram uma sonora vaia ao perceberem que o cabeludo não atuaria em Anápolis. Em quadra, o Brasil não teve trabalho para fechar o jogo por 100 x 53 e iniciar a caminhada à China com uma tranquila vitória.

O cestinha da partida foi o ala/armador Leandrinho, autor de 20 pontos. Logo atrás dele, o também ala/armador Vitor Benite anotou 19 pontos. Pelo Uruguai, os maiores pontuadores foram Nicolás Borsellino e Santiago Moglia, ambos com 11 pontos cada.

“Claro que não temos que menosprezar ninguém do time do Uruguai, mas acho que esse jogo era para isso mesmo, pra soltarmos a musculatura, jogar bem. Não dá pra ter um amistoso difícil logo de cara, mas teremos tempo para isso quando estivermos na França”, ressaltou o ala Alex Garcia.

“Fiquei muito satisfeito com o desempenho do time defensivamente durante os primeiros 20 minutos. É difícil voltar para o segundo tempo vencendo por 28 pontos porque você naturalmente relaxa. Teremos outros grandes jogos a partir do dia 15 de setembro”, relembrou o técnico Aleksandar Petrovic.

O post Brasil domina o Uruguai em Anápolis e vence amistoso pré-Mundial apareceu primeiro em Metrópoles.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here