Transposição do Rio São Francisco
Transposição do Rio São Francisco
O diretor de operação da Companhia de Água e Esgotos da Paraíba (Cagepa), Joaquim Almeida, prevê que os problemas causados pelas intervenções no Eixo Leste da transposição do Rio São Francisco devem estar totalmente solucionados em um prazo de até 15 dias.

Nos primeiros meses o açude de Boqueirão passou por intervenções no bombeamento de água do eixo leste da transposição do São Francisco, devido à continuidade de obras nas cidades de Poções e Camalaú. Essas intervenções causaram situações críticas nas cidades dependentes deste sistema, mas o açude de Boqueirão já voltou a receber água.

Ele disse que que não imaginava que os efeitos dessas intervenções na transposição se estenderiam tanto nas cidades do interior da Paraíba.

“Em abastecimento de água, fica difícil estabelecer o dia certo, pois tem uma série de fatores que envolve a nossa operação, mas em até 15 dias deve estar solucionado”, justifica.

“Na verdade o açude de Boqueirão e, consequentemente o de Acauã, passaram por uma falta de alimentação por conta das intervenções que estavam havendo lá na barragem de Pocinhos e a gente nem imaginava que se estendesse tanto. Não só Itabaiana, Ingá está sofrendo também por isso e outras cidades que dependem da perenização daquele rio”, explicou.

Deixe seu comentário