Bolsa Família beneficia mais de 14,3 milhões de famílias em maio

Em maio, mais de 14,3 milhões de famílias de baixa renda em todo o país irão receber R$ 2,6 bilhões do Programa Bolsa Família. O Ministério da Cidadania começou a...


csm_bolsa_familia_04_cc9ad04227

Em maio, mais de 14,3 milhões de famílias de baixa renda em todo o país irão receber R$ 2,6 bilhões do Programa Bolsa Família. O Ministério da Cidadania começou a transferir os benefícios nesta segunda-feira (20) e segue com o pagamento até o dia 31. O valor médio desembolsado neste mês é de R$ 186,73. Devido ao aperfeiçoamento do programa e ao cruzamento das informações dos beneficiários, a fila de espera permanece zerada e cerca de 264 mil famílias foram incluídas.

Um dos lares brasileiros favorecidos pela ação do governo federal é o de Vitória Regina da Silva, de 19 anos, que mora em Morrinhos (GO) com os filhos Emilly Sofia, de 11 meses, e Luís Felipe Silva, de 3 anos. Todos os meses, ela recebe R$ 253 do Bolsa Família, que é gasto em cuidados com as crianças. “O dinheiro é todo para eles. Compro roupa, sapato, e, às vezes, um lanche para a creche ou algo para comerem em casa. O dinheiro é deles”, reforça a mãe, que também recebe orientações sobre desenvolvimento infantil por meio do Programa Criança Feliz.

De acordo com o ministro da Cidadania, Osmar Terra, outra faixa etária de beneficiários do Bolsa Família – dos jovens entre 19 e 29 anos – também é prioridade para o governo. Por isso, a pasta tem trabalhado e construído parcerias para que esse público tenha oportunidades de se qualificar e superar a pobreza por meio do acesso ao mercado de trabalho. “Vamos oferecer um programa de capacitação em parceria com empresas de todas as regiões do país, a fim de que os jovens que não trabalham nem estudam tenham oportunidade. Isso fortalece o desenvolvimento humano e abre caminho para a melhoria da qualidade de vida, por meio da geração de emprego e renda”, enfatiza.

Confira aqui os dados por município 

REGIÃO UF Pagamento – Maio
 Famílias   Totais 
(R$) 
 Benefício médio 
DF             73.365            12.836.151,00         174,96
GO           310.343            48.767.944,00         157,14
MS           130.431            23.210.075,00         177,95
MT           161.787            27.062.477,00         167,27
CENTRO OESTE           675.926          111.876.647,00         165,52
AL           413.690            79.614.337,00         192,45
BA        1.865.360          347.421.758,00         186,25
CE        1.079.907          202.105.646,00         187,15
MA           984.927          210.575.117,00         213,80
PB           529.231          105.862.355,00         200,03
PE        1.193.753          217.487.996,00         182,19
PI           461.372            96.462.096,00         209,08
RN           361.925            67.143.107,00         185,52
SE           295.983            50.206.734,00         169,63
NORDESTE        7.186.148       1.376.879.146,00         191,60
AC             92.093            24.445.152,00         265,44
AM           413.678            94.399.286,00         228,20
AP             80.024            17.610.179,00         220,06
PA           990.332          198.035.110,00         199,97
RO             81.571            12.461.625,00         152,77
RR             50.155            10.372.027,00         206,80
TO           121.533            22.866.079,00         188,15
NORTE        1.829.386          380.189.458,00         207,82
ES           187.816            32.559.627,00         173,36
MG        1.071.786          192.321.033,00         179,44
RJ           903.101          164.467.913,00         182,11
SP        1.604.095          271.642.921,00         169,34
SUDESTE        3.766.798          660.991.494,00         175,48
PR           385.206            62.496.800,00         162,24
RS           370.779            63.317.734,00         170,77
SC           124.815            21.787.883,00         174,56
SUL           880.800          147.602.417,00         167,58
Total Geral      14.339.058       2.677.539.162,00         186,73

 

O Pagamento – O repasse do benefício segue o calendário escalonado. Para saber o dia em que poderá sacar, o beneficiário deve conferir o Número de Identificação Social (NIS) impresso no cartão do programa. Os que terminam com final 1 podem sacar no primeiro dia do pagamento. Os com final 2, no segundo dia, e assim por diante. Os recursos ficam disponíveis para saque por um período de três meses. Para saber a data de pagamento, basta acessar a página oficial do Bolsa Família.

Saiba mais
O Bolsa Família é voltado a famílias extremamente pobres (renda per capita mensal de até R$ 85) e pobres (renda per capita mensal entre R$ 85,01 e R$ 170). Os beneficiários recebem o dinheiro mensalmente e, em contrapartida, cumprem compromissos nas áreas de saúde e educação.

*Por André Luiz Gomes

Informações sobre os programas do Ministério da Cidadania:
0800 707 2003

Informações para a imprensa:
Ascom/Ministério da Cidadania

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Maior Rede de comunicação do Cariri Paraibano, Envie sua sugestão para nosso WhatsApp (83) 9.9855-1048 / [email protected]

MAIS DO Portal TV Cariri

Continue lendo Compartilhar no Whatsapp
Advertisement