A Companhia de Água e Esgoto da Paraíba (Cagepa) fechou o ano de 2017 com um lucro de mais de R$ 65,7 milhões. A marca, considerada recorde na história da empresa, foi 18,10% superior à registrada em 2016.

De acordo com o presidente da Cagepa, Hélio Paredes Cunha Lima, em 2017, os investimentos com recursos próprios realizados em diversos projetos e obras representaram um crescimento de 18,82% em relação ao exercício anterior.

Nesse cenário, segundo o gestor, a Transposição do Rio São Francisco foi a grande estratégia governamental para reverter o quadro de seca em muitos municípios do Estado. Como braço da Transposição, a Cagepa tem capitaneado o projeto do sistema adutor TransParaíba, maior obra hídrica realizada no Estado. “São 350 km de adutoras que levarão água para 19 municípios do Curimataú paraibano. A população precisa entender a grandiosidade dessa obra. A TransParaíba vai trazer mais desenvolvimento e qualidade de vida a essa região”, afirmou o presidente.

Apesar da crise hídrica – que suspendeu o faturamento em 25 municípios paraibanos – a Cagepa fez um trabalho de monitoramento de riscos e apostou na eficiência operacional e na redução de perdas para conseguir não somente manter a arrecadação, mas também crescer.

O post Apesar de estiagem, Cagepa fecha 2017 com lucro recorde de R$ 65 milhões apareceu primeiro em Portal Correio.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.