Ambulâncias em Los Angeles recebem nova ordem sobre o transporte de pacientes a hospitais

Novo memorando obtido pela CNN restringe ainda mais as ações das ambulâncias em Los Angeles. Agora, pacientes com mais de 18 anos que tiveram parada cardíaca não poderão ser encaminhados. ...

por


Novo memorando obtido pela CNN restringe ainda mais as ações das ambulâncias em Los Angeles. Agora, pacientes com mais de 18 anos que tiveram parada cardíaca não poderão ser encaminhados. 

Isto conforme a ordem da Agência de Serviços Médicos de Emergência de Los Angeles (EMS). Anteriormente, durante os feriados, hospitais da área atingiram sua capacidade máxima, superando todas as expectativas.

Em abril de 2020, no pico pandêmico, a cidade de Nova York emitiu recomendações semelhantes. Logo, tal como as ambulâncias em Los Angeles, não podiam transportar pacientes sem sinais vitais.

Mudança na ação das ambulâncias em Los Angeles

Na última segunda-feira, o Departamento de Saúde Pública de Los Angeles registrou 9.142 novos casos. Além disso, registrou-se 77 mortes por Covid-19, com risco de alcançar 1000 mortes.

Tais indicadores foram determinantes para que as ações das ambulâncias em Los Angeles fossem restringidas. Por isso, os adultos que tiverem parada cardíaca deverão receber socorro emergencial apenas no local.

Desde o início da pandemia, alguns estados nos EUA registraram mais de 800 mil casos. Dessa forma, já são mais de 10 mil mortes.

Ação das ambulâncias em Los Angeles pode inspirar

Parecido com as ambulâncias em Los Angeles, outros estados já emitiram ordens que impediam o transporte. Assim, a cidade de Nova York também impediu o transporte de pacientes com quadro grave.

O próximo a seguir o exemplo deve ser o estado da Califórnia, devido à superlotação. Atende-se os pacientes fora do hospital, em lojas e barracas.

Assim como as ambulâncias em Los Angeles, outras cidades do estado formam enormes filas. Desse modo, atrapalham o trânsito, e esperam por horas o atendimento.

Atendimento das ambulâncias em Los Angeles

Os socorristas das ambulâncias devem continuar a realizar procedimentos de ressuscitação local. Porque, conforme a diretoria da EMS, eles devem trabalhar sempre para salvar as vidas.

Entretanto, os procedimentos junto a tais pacientes realizam-se no local. Isso porque, conforme dados da EMS, o percentual de sucesso desses casos é baixo.

Profissionais entendem que medida tomada em Los Angeles não deveria causar espanto. De fato, os números de casos e óbitos no país preocupam o governo:

  • Segunda-feira: 2.800 internados;
  • Mais de 128 mil casos confirmados;
  • Mais de 23 mil na UTI.

Ante ao cenário de emergência, o governo dos Estados Unidos já deu início à vacinação. Contudo, apenas pouco mais de 4 milhões de pessoas receberam a vacina contra a Covid-19.

Vale lembrar que enquanto isso o Brasil ainda não iniciou sua campanha e nem há previsão para o início.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Escreva seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Adicine um comentário

Escreva seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.