Facebook

MAIS VISTAS

ParaíbaPolítica

Aliados apostam em crise passageira no MDB para manter unidade

ultimas-noticias-tv cariri

Dirigentes de partidos de oposição acreditam que a crise interna no MDB, envolvendo o senador José Maranhão, presidente estadual da legenda, e o vice-prefeito de João Pessoa, Manoel Junior, presidente da sigla na Capital, é algo natural e não deve afetar a unidade para as eleições deste ano.
O presidente do PSDB, Ruy Carneiro, acredita que essa crise é “nuvem passageira”, que quando ela passar as turbulência irão com ela. No entanto, o tucano admite, que ainda é muito cedo para dizer se essa crise irá ou não persistir e ficar pairando pelo grupo por mais tempo.
“Está muito cedo para um racha. O que está havendo é um mal estar, que é normal que aconteça nesse período de definições. Considero normal e legítimo que existam discordâncias partidárias”, comentou o tucano.
Ruy Carneiro disse ainda, que só poderá saber se tudo isso irá ou não enfraquecer a oposição depois do resultado final e com a definição do cenário para disputa eleitoral, na qual ele defende que a oposição marche unida e com candidatura única ao Governo.
“A minha expectativa é que até fevereiro tenhamos uma definição. Até lá é natural que essas divergências aconteçam, mas não sabemos se irão passar”, revelou.
Já o vice-prefeito de Campina Grande e presidente do PP na Paraíba, Enivaldo Ribeiro, acredita que essa crise faz parte “da pavimentação da estrada da futura engrenagem da oposição”, que segundo ele tem tudo para decolar se marchar unida.
“É algo natural, faz parte do próprio processo, essas pré-definições, que não agrada a todos. Mas depois virá as acomodações e ao final tudo dará certo, com a oposição marchando unida para disputar as eleições deste ano”, declarou.
O deputado federal Rômulo Gouveia, presidente do PSD na Paraíba, acredita que o racha no MDB não vai atrapalhar o projeto político da oposição.

Rômulo vê oposição maior que a divisão

A oposição é maior do que o MDB dividido, segundo Rômulo Gouveia. “É de fundamental importância termos o apoio do MDB, que será um partido altamente beneficiado, com Manoel Junior chegando à prefeitura”, comentou o deputado.
O parlamentar disse que defende e vem trabalhando pela manutenção da aliança dos partidos de oposição, mas que não irá colocar amarras nos emedebistas. Além disso, que tem outros partidos.
Segundo ele, o PSD seguirá firme com a pré-candidatura do prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PSD), ao Governo do Estado, mesmo com o senador José Maranhão (MDB) reforçando que também irá disputar vaga.
“Luciano Cartaxo é pré-candidato a governador da Paraíba. Não é porque sou presidente estadual do partido, mas acho que é um nome que reúne grande potencial para governar oi Estado nos próximos quatro anos. Ele tem apoio integral da Executiva Estadual e Nacional do nosso partido. Por isso, estamos buscando reunir as oposições e vamos lutar ao máximo, porque é muito importante termos o MDB como apoio. Se não tiver condição, paciência. Vamos marchar com aqueles que acompanharem a nossa aliança”, declarou o deputado Rômulo Gouveia.

*Adelson Barbosa dos Santos, do Jornal Correio da Paraíba

O post Aliados apostam em crise passageira no MDB para manter unidade apareceu primeiro em Portal Correio .

Deixe uma resposta