Açude de Boqueirão volta a ter recarga de água após 16 dias com mesmo volume

Depois de 16 dias com o volume de água parado, o açude Epitácio Pessoa, conhecido como açude de Boqueirão, no Cariri paraibano, voltou a receber recarga de água do Rio...


Depois de 16 dias com o volume de água parado, o açude Epitácio Pessoa, conhecido como açude de Boqueirão, no Cariri paraibano, voltou a receber recarga de água do Rio São Francisco.

Açude de Boqueirão volta a ter recarga de água após 16 dias com mesmo volume

Açude de Boqueirão volta a ter recarga de água após 16 dias com mesmo volume

Segundo a Agência Executiva de Gestão das Águas da Paraíba (Aesa), a falta de recarga ocorreu por causa de um problema em uma das estações elevatórias da transposição do rio São Francisco, que leva água para Monteiro, na Paraíba.

Segundo o diretor técnico de acompanhamento e controle da Aesa, Porfírio Loureiro, confirmou a interrupção do funcionamento da EBV-6 ocorreu durante o primeiro final de semana deste mês e prejudicou o acúmulo de água no açude de Boqueirão. O problema teria durado 72 horas, segundo ele. O G1 entrou em contato com o Ministério da Integração Nacional, mas não obteve resposta até 17h50 (horário local) desta quarta-feira (22).

“O problema foi identificado por nossa equipe de monitoramento no trecho de bombeamento da EBV-6. A interrupção do serviço reduziu vazão média de 3,17 metros registrada em outubro, para 1 metro cúbico no início de novembro. Por consequência dessa situação, o açude Boqueirão não aumentou o volume de água nas últimas duas semanas”, disse. Ainda de acordo com Porfírio Loureiro não houve nenhum comunicado oficial pelo Ministério da Integração Nacional sobre a interrupção do serviço.

Segundo dados da AESA, entre os dias 6 e 21 de novembro o volume do açude de Boqueirão se manteve em 38,15 milhões de metros cúbicos de água. Apenas nesta quarta-feira (22), o volume aumentou para 38,22 milhões de metros cúbicos de água, o que representa cerca de 9,3% da capacidade total do açude, que pode armazenar até 411,686 milhões de metros cúbicos de água. O açude de Boqueirão abastece Campina Grande e outros 18 municípios do Agreste paraibano.

Ainda segundo Porfírio Loureiro, nas próximas semanas o volume do açude deve continuar evoluindo. “O que ocorreu foi uma situação de paralisação do serviço no percurso da transposição, porém, a situação foi solucionada e o volume de Boqueirão deve voltar a subir nas próximas semanas, uma vez que este é um processo gradativo”, explicou.

 

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Maior Rede de comunicação do Cariri Paraibano, Envie sua sugestão para nosso WhatsApp (83) 9.9855-1048 / [email protected]

MAIS DO Portal TV Cariri

Continue lendo Compartilhar no Whatsapp
Advertisement