II Festival de Música da Paraíba acontece neste final de semana em Monteiro (Foto/Reprodução: TV CARIRI / Ismar Santana)

O II Festival de Música da Paraíba acontece neste final de semana em Monteiro e a atração será Totonho, que fará um show na Praça João Pessoa.

A estrutura já está sendo montada na tarde desta sexta-feira (24) no centro da cidade e vai contar com grandes apresentações.

O Festival é uma realização da Fundação Espaço Cultural da Paraíba (Funesc) e também da Empresa Paraibana de Comunicação (através da Rádio Tabajara) e Secretaria de Estado da Comunicação. Em cada etapa, serão apresentadas 15 músicas. Serão pagos R$ 20 mil em prêmios, sendo R$ 10 mil para o primeiro colocado, R$ 5 mil para o segundo, R$ 3 mil para o terceiro e R$ 2 mil para melhor intérprete.

Já a segunda eliminatória, na cidade de Monteiro, dia 25, terá a seguinte ordem de apresentação: ‘Terra à vista’ (Yanca Medeiros), ‘Pandeiro’ (Yuri Gonzaga, Zé Neto e Carlos Henrique), ‘Maldito’ (Caique Ferreira), ‘A vida é sonho’ (Jéssica Melo / Ari Rodrigues), ‘Varal de bem querer’ (Amorim), ‘Canto protetor’ (Tiago Sotero), ‘Meu recado’ (Wagner Malta), ‘Apneia (Cerebraz), ‘Calamidade’ (Willames Diniz), ‘Florescer’ (Tathy Martins), ‘Brados do guerreiro’ (Alberto Batista), ‘O que vale?’ (Nelson Nunes Farias), ‘Descoberta’ (Lucas Gaião), ‘Nordeste imenso’ (Raabe Catarine) e ‘Clareou’ (Jeann Bin).

f2c6c4d4-d538-43e2-9e31-4e950d48fab0
II Festival de Música da Paraíba acontece neste final de semana em Monteiro (Foto/Reprodução: TV CARIRI / Ismar Santana)

Samba Luzia Gorda

Totonho vem sendo referência da música alternativa brasileira desde 2001, quando lançado pela Gravadora Trama. É um cantor e compositor natural de Monteiro (no Cariri da Paraíba), cidade conhecida como terra dos repentistas, universo que dá forma à dinâmica sensorial proposta pela estética de sua música. Já lançou quatro trabalhos autorais: ‘Totonho & Os Cabras’, ‘Sabotador de satélites’, ‘Coco ostentação’ e, recentemente, ‘Samba Luzia Gorda’, pela YB Music.

Dono de um estilo próprio de compor, que segundo ele o faz como se fosse um repente. A partir de um tema, e o som que a palavra desperta nele. Só veio gravar o primeiro CD aos 35 anos de idade, antes atuava em ONG ligadas aos Direitos Humanos no Rio de janeiro (RJ). Uma organização de prevenção e combate ao assassinato de crianças e jovens moradores de rua. Neste 2º Festival de Música da Paraíba, Totonho fará o show de encerramento na cidade de Monteiro.

calendario-de-pagamento-do-bolsa-familia-2019.png

Deixe seu comentário